-- inicio ---

Receita de papel pega moscas (e insetos voadores) caseiro


Essa maravilha foi criada no Espírito Santo por um engenheiro agrônomo, trata-se de um papel pega-mosca caseiro que não usa nenhum tipo de veneno e só não é tiro-e-queda porque a mosca não cai, fica grudada até morrer. 

Como fazer o papel pega mosca: O jeito de preparar a cola é bem simples: primeiro é preciso triturar o breu, geralmente vendido em barras. Para isso, basta enrolar o breu num pano e socar bastante até ficar bem esmigalhado.
Aí é só derreter na panela, junto com o óleo de mamona, numa proporção de oito partes de breu para cinco partes de óleo de mamona. Para uma quantidade pequena, equivalente à de um tubo comum de pasta de dente, vão oito colheres de sopa de breu e cinco de óleo de mamona. É preciso tomar muito cuidado para não deixar a mistura entrar em contato com o fogo porque ela é altamente inflamável. O melhor é usar uma panela bem alta (uma leiteira velha vai bem).
Cinco minutos são suficientes para derreter bem o breu. Mas não se pode deixar a mistura ferver, senão a cola perde a liga. Depois é só aplicar a pasta num papel tipo cartolina, com pincel.

AMARELO ATRAENTE – O papel pode ter tamanhos variados, mas convém usar papéis coloridos, com predominância do amarelo, cor que mais atrai os insetos.
Os papeis devem ser pendurados nos pontos de maior concentração de insetos de preferência há uns 15 cm acima das plantas e não precisam ser trocados a toda hora. Não é bom reaproveitar o mesmo papel. O melhor é aplicar a cola, uma vez por mês em novas folhas. O que sobra de cola pode ser guardado numa garrafa, tampada. Quando se for usar de novo, é só colocar a garrafa em banho-maria que a liga da cola torna a voltar.
Não há risco para a saúde de quem mexe com esse tipo de papel pega-mosca. Basta lavar bem as mãos depois de pendurar os cartões.

Nenhum comentário