-- inicio ---

Febre Reumática ou Reumatismo Infeccioso– Causas e Tratamento

Febre Reumática ou Reumatismo Infeccioso

O que é febre reumática? Também conhecida como reumatismo infeccioso, a febre reumática é uma doença inflamatória com fundo autoimune causada por uma bactéria chamada Estreptococo beta-hemolítico do grupo A de Lancefield, bactéria responsável pela amigdalite bacteriana e a escarlatina.
Doença grave, que precisa de cuidados e que se manifesta após de 7 a 15 dias de uma amigdalite ou faringoamidalite com febre alta, a febre reumática é uma complicação grave da amigdalite mal curada causada pela bactéria Estreptococo.
]

A doença é autoimune e as alterações no sistema imunológico acontece por predisposição da genética. São anticorpos que ao invés de atacar as bactérias causadores da doença, atacam o próprio organismo levando a febre reumática.
A febre reumática pode deixar sequelas graves como valvopatia corrigida com cirurgia e alta taxa de mortalidade quando não tratada. O risco de sequelas é maior em pacientes mais jovens.

Os sintomas da febre reumática são:

  • Artrite migratória ou dor nas juntas;
  • Sopro no coração, no caso de haver comprometimento das válvulas do coração;
  • Inflamação no cérebro que leva a movimentos descoordenados dos membros;
  • Febre baixa, de 37,5°C;
  • Cansaço e desânimo;
  • Prostração;
  • Falta de ar;
  • Aparecimento de gânglios;
  • Sopro cardíaco;
  • Perda de apetite;
  • Nódulos subcutâneos;
  • Manchas de cor avermelhadas na pele.

Como diagnosticar a febre reumática

Exame de cultura do material da boca, em especial a orofaringe para ver a presença da bactéria estreptococo e a pesquisa de anticorpos, exame de sangue com avaliação clínica.
Exames cardiológicos como eletrocardiograma, ecocardiograma e raio x de tórax.

Tratamento da febre reumática

Tratar corretamente a faringite e amigdalites bacterianas é uma forma de prevenir a doença. Não parar a medicação antes do prazo recomendado pelo médico no caso de amigdalite bacteriana.
Seguir sempre orientação médica sobre a medicação a usar, que no caso é um antibiótico.
O tratamento é o uso de penicilina benzatina ou eritromicina no caso de pessoas alérgicas a penicilina, junto com anti-inflamatórios e analgésicos.
Repouso absoluto.
Em caso de complicações cardíacas, tratamento direcionado ao problema.

Nenhum comentário