-- inicio ---

Ácido Retinoíco – o segredo para uma pele Jovem e renovada

Alguém por aqui sabe o que é ácido retinoíco, tretínoina ou retinol?


Servem para o tratamento da pele, e são todos derivados da vitamina A... o ácido retinoico e a tretinoina são a mesma coisa, consistem numa forma oxidada de vitamina A, e como a sua concentração é elevada, é considerado um medicamento, devendo o seu uso ser  recomendado e orientado pelo dermatologista.
O retinol é também um derivado da vitamina A, mas com uma concentração menor, e como é mais fraquinho, é usado com frequência na composição de cosméticos com ação antienvelhecimento, de compra livre.
Mas hoje vou focar-me no ácido retinoíco, pois desde que o comecei a usar, acho que é maravilhoso aquilo que faz pela minha pele. Na verdade  ele é mais prescrito pelos médicos para combater o acne, mas os seus benefícios não ficam por aí. É um excelente produto  anti-envelhecimento, pois ao estimular a produção de colagénio, diminui as rugas, linhas de expressão, manchas, marcas de acne, oleosidade, poros abertos, perda de firmeza…Isto é, atua como um peeling, e renova a pele por completo.
No entanto é preciso usá-lo com alguma contenção e precaução, pois pode provocar sensibilidade e pele irritada em algumas pessoas. Existe em diversas concentrações, 0.025, 0.05  ou 0.1 %, e quanto mais elevada a concentração mais irritação pode provocar. Mas não se assustem pois só algumas pessoas com pele mais sensível, passam por esse desconforto.
Como usar o ácido retinoíco:
  • Usar só à noite, antes de deitar,
  • Lavar bem, desmaquilhar o rosto, e esperar que a pele seque,
  • Depois passar apenas uma pequena quantidade de produto em todo o rosto, evitando os cantinhos foi nariz, e o contacto com os lábios pois estes ressecam muito.
  • No contorno inferior dos olhos passar só o que resta nos dedos, pois esta zona é um pouco mais sensível que o resto do rosto.
  • De manhã lavar bem o rosto, hidratar e colocar sem falta um protetor solar de índice elevado… Eu uso 50+
  • É muito importante não sair á rua sem protetor pois o ácido retinoíco é muito sensível ao sol, podendo mesmo fazer um efeito contrário do desejado na pele, se esta for exposta ao sol.
Como eu disse anteriormente, este produto deve ser usado com precaução, de preferência começar por usar 3 dias por semana, depois dia sim dia não até a pele se habituar, e não ficar irritada. Quando se sentir confortável com o produto pode então usa-lo todos os dias.
Muito importante também para quem nunca usou, é começar pela concentração mais fraca, para ver como a pele reage, e se achar que está tudo bem, passar para uma concentração superior.
Mas pronto , cada pessoa com o decorrer do tratamento vai conhecendo a sua pele, a sua tolerância, e vai adaptando o uso do produto, da forma que achar melhor.
A minha experiência:
Eu comecei a usar no ano passado, o creme Ketrel com uma concentração de 0.05%, mas só usei de Outubro a Março… depois o tempo começou a aquecer e parei de usar, para não manchar a pele por causa do sol. Agora esta semana comecei de novo, e vou fazendo assim…uso só no inverno.
No inicio usei 5 dias seguidos porque não sentia qualquer sensibilidade, mas ao quinto dia a pele ficou toda irritada, vermelha a arder e a descamar… isto não foi motivo para desistir, mas sim para alterar a forma de  usar o produto. Passei a usar dia sim dia não, e a pele foi se adaptando ao produto, mas continuou sempre a descamar e a estar seca…sinal de que se estava a renovar, e por isso é essencial uma boa hidratação. No inicio quando a pele se irrita com facilidade é importante usar um creme reparador como o Bepanthene, e muita água termal, para atenuar os efeitos. Confesso que quando vi o meu rosto todo irritado e com o contorno dos olhos muito vermelhos, assustei-me…mas não desisti e rápidamente recuperei a beleza da minha pele.
Fui adaptando o produto à minha pele, e após seis meses de uso as manchas que tinha no rosto, bem profundas e bem antigas, ficaram bastante atenuadas, e acreditem que já tinha feito muitos tratamentos para as eliminar. Quanto a rugas não as tinha e não tenho, mas controlou muito a oleosidade da minha pele deixando-a mais lisa e com os poros mais fechados.
Nas alturas em que a pele ficava muito seca usava um pouco de óleo de argan logo depois de passar o creme para regenerar a pele… mas pode ser  qualquer outro óleo para o rosto. Também se pode usar o creme em conjunto com um hidratante.
Agora, é claro que como não faço uma utilização continua ao longo de todo o ano, alguns dos problemas voltam, como a oleosidade e os poros mais abertos, mas no fundo vou usando este produto sempre no período de inverno, e mais como prevenção contra o envelhecimento da pele. E já agora para acabar de vez com as tais manchas…
O melhor de tudo isto, para além dos benefícios para a nossa pele, é que este produto não chega a custar 3€ nas farmácias, e é de facto um creme maravilha.

Nenhum comentário