-- inicio ---

Como Colher Hibisco e Secar os Botões para Chá e Geleia – Tipos

Como Colher Hibisco e Secar 

São mais de 300 espécies de hibisco, mas nem todas são usadas no preparo do chá medicinal tão popular. Planta de origem asiática e africana aclimatada no Brasil, de fácil cultivo com espécies decorativas e comestível.
O hibisco usado no preparo de chá, geleias, licor é o hibisco sabdariffa com folhas verdes e alongadas e flores amareladas ou o hibisco acetosella, com folhas arroxeadas e espalmadas e flores rosadas.


Como colher hibisco de chá

A parte do hibisco usada para fazer chá, geleia, suco, quentão, conservas é o cálice, o botão antes de abrir a flor.
No meio deste cálice tem uma bolinha verde, onde ficam as sementes, e deve ser retirada do cálice para fazer o chá ou outro uso culinário.

Como retirar  meio do hibisco

Com uma faca pequena afiada cortar toda a volta do botão do hibisco e retirar o meio dele que é descartado.
Outra forma de tirar as sementes do hibisco é usar um cortador de coco, um tipo de caninho com a ponta afiada que ao ser girado na ponta onde está a bolinha com sementes ele rompe a casca e sai a bolinha deixando a parte vermelha que é usada inteira e pronta para ser preparada para a secagem.

Como secar hibisco do chá

Ao colher hibisco, retirar o cálice onde estão as sementes e separar a corola ou botão fechado.
Lavar e colocar de molho por 15 minutos em uma solução de 1 colher de sopa para 1 litro de água.
Escorrer, lavar novamente, deixar escorrer bem e colocar para secar à sombra sobre uma peneira tampada com filó ou em um recipiente telado próprio para secagem de ervas, por em média 10 dias.
Guardar em um lugar seco e em recipiente tampado.

Benefícios do hibisco

Muito usado para emagrecer, principalmente o hibiscos sabdariffa por ser termogênico, acelerar o metabolismo, ser diurético, ajudar combater celulite, controlar o colesterol alto e o açúcar no sangue.
Com ação anti-inflamatória, antibacteriana, antifúngica, afrodisíaco, combate câncer e previne tumores. Um estudo feito em Santa Catarina, na Universidade do Vale do Itajaí mostrou que uma espécie de hibisco (Hibiscus cannabinus) pode inibir o avanço de câncer do cólon.
As folhas do hibiscos acetocella são consideradas febrífugas, anti-hemorrágicas, fortificantes, protetoras estomacais. As flores são antifúngicas, antrimicrobianas e antibacterianas.
As folhas tem substâncias antioxidantes como flavonoides, antocianinas, ricas em vitaminas A e C, minerais como ferro, magnésio, sódio e cálcio.

Nomes populares do hibisco e tipos

O Hibisco rosa-sinensis conhecido como hibisco-tropical, graxa de estudante, hibisco da china, mimus de vênus, é o hibisco decorativo com cores variadas, ornamental usado no paisagismo e não o hibisco usado em chás e geleias apesar das suas flores serem comestíveis.

Hibiscos medicinais

Hibiscus acetosella

Conhecido como hibisco cranberry ou vinagreira roxa.
É usado o cálice formado após a flor murchar em chás ou geleias. As folhas podem ser usadas em refogados ou saladas.

Hibiscus cannabinus

Com flor vermelho escuro, conhecida como papoula de são Francisco, kenaf, cânhamo brasileiro, devido as fibras da planta. AS folhas são nutritivas e podem ser usadas em saladas e refogados. Om as flores podemos fazer chás, sucos, geleias, saladas.

Hibiscus sabdariffa 

É conhecido como rosela, groselha, azedinha, quiabo-de-angola, o hibisco mais usado no preparo do chá e geleia, cujos cálices são colhidos antes de abrir as flores e são bem carnudos.
teste

Nenhum comentário