-- inicio ---

Como tirar cicatriz: 5 tratamentos

A cicatriz é resultado de traumas ocorridos na pele, normalmente de cortes, queimaduras e cirurgias, que podem ficar com o aspecto mais marcado, algumas vezes com queloides ou bem escuras. Muitas pessoas buscam soluções para tirar cicatriz, veja o que é possível fazer.


5 Melhores tratamentos para tirar cicatriz

É muito rara a recuperação total de uma área com cicatriz, mas tem sim como melhorar sua aparência, clareando e reduzindo o seu volume, com diversos tratamentos, sejam com especialistas ou caseiros.

1. Caseiro

Existem tratamentos caseiros para tirar cicatriz que são realmente eficazes, clareando e nutrindo a pele, principalmente em casos mais recentes.
Existem algumas misturas que você pode fazer em casa e aplicar ou pode também comprar pomadas específicas para eliminar manchas, recomendadas pelo seu dermatologista.
Veja algumas opções caseiras para utilizar em manchas mais recentes, podendo amenizar também as antigas:
  • Mistura de óleos
Em uma vasilha, misture ¼ de xícara de óleo de coco, 1 colher de sopa de mel, ¼ de xícara de azeite de oliva e 4 gotas de óleo essencial de lavanda. Aplique pela manhã na região e massageie por 5 minutos. Deixe agir por uma hora e retire, reaplicando novamente a noite.
  • Bepantol e óleo de rosa mosqueta
Misture os ingredientes e aplique, massageando bem, antes de dormir. Retire pela manhã.
  • Hipoglós, óleo de amêndoas e de lavanda
Misture os ingredientes e passe uma camada fina, deixando agir por pelo menos uma hora. Faça isso duas vezes ao dia.
  • Bicarbonato de sódio, mel e canela
Faça uma esfoliação suave ao menos uma vez por semana, com essa mistura, de forma delicada. Aplique os tratamentos indicados em seguida.
  • Óleo de coco e de rosa mosqueta
Misture e massageie a região, deixando agir durante toda a noite. Utilize uma roupa de cama mais antiga, caso venha a manchar.
Além dos tratamentos caseiros, existem opções estéticas realizadas por profissionais da área, com custo mais elevado porém resultados mais rápidos.

2. Peelings

Existem dois tipos de peelings, o mecânico e o químico. O peeling mecânico é realizado sem a descamação da pele e sem uso de ácidos, sendo menos invasivo que o químico, agindo como uma lixa delicada na superfície da cicatriz, reduzindo aos poucos o seu tamanho e clareando.
Já o peeling químico utiliza ácidos específicos, que retiram a camada superior da pele, estimulando a produção de colágeno e uniformizando a distribuição do mesmo, assim como dos pigmentos, deixando a cicatriz mais plana e clara.
Ambos devem ser recomendados por um dermatologista e realizados pelo mesmo ou por um esteticista de confiança.

3. Microagulhamento

Como o próprio nome já diz, é a inserção de micro agulhas ao longo da cicatriz, formando pequenos furos, quase imperceptíveis, que acabam levando a uma nova necessidade de cicatrização e redistribuição do colágeno, melhorando assim a aparência da mesma.
Deve ser realizado por um dermatologista especialista, preferencialmente em cicatrizes mais recentes e nunca em pessoas que tenham tendência a formar queloides, com vitiligo ou com a presença de qualquer ferida inflamada próxima ao local.

4. Cirurgia

Em casos mais complexos, existe a possibilidade de realizar cirurgias reparadoras, com o objetivo não de eliminar a cicatriz, mas talvez reposicioná-la ou reduzir a sua amplitude, além de deixá-la em um local que não venha a limitar movimentos ou incomodar de outras formas.
Para dar um acabamento melhor para a cicatriz final, é utilizada uma sutura interna, com acabamento em cola, se possível. Pode-se utilizar fios absorvíveis ou de nylon, específico para a realização de processos cirúrgicos.

5. Tatuagem

Quando os tratamentos amenizarem, mas o resultado não for como o esperado ou se você simplesmente resolver lidar de outra forma com sua cicatriz, seja pela sua história ou significado em sua vida, pode optar também por transformá-la em uma arte, através da tatuagem. Veja alguns exemplos:
Cicatriz longa abdominal

Nenhum comentário