-- inicio ---

Febre do Mayaro: O que é, Sintomas e Tratamento

A febre do Mayaro é uma doença infecciosa causada pelo vírus Mayaro, um arbovírus da família do vírus que transmite a febre Chikungunya, e que leva ao aparecimento de sintomas como dor de cabeça, febre intensa e repentina, dor e inchaço nas articulações, por exemplo. Apesar dessa doença ser pouco conhecida, a febre do Mayaro é antiga e é mais frequente na região Amazônica.
A identificação da infecção pelo vírus Mayaro é difícil pelo fato dos sintomas da doença serem semelhantes aos da dengue e da Chikungunya, sendo importante que sejam indicados pelo clínico geral ou pelo infectologista a realização de exames laboratoriais para confirmação do diagnostico.

Principais sinais e sintomas

Os primeiros sintomas da febre do Mayaro surgem 1 a 3 dias após a picada do mosquito infectado com o vírus e variam de acordo com a imunidade da pessoa e quantidade de partículas virais que foram inoculadas. Os principais sinais sintomas indicativos da febre do Mayaro são:
  • Febre repentina; 
  • Cansaço geral;
  • Manchas vermelhas na pele; 
  • Dor de cabeça;
  • Dor e inchaço nas articulações, que pode levar meses para desaparecer.
  • Sensibilidade ou intolerância à luz. 
Os sinais e sintomas normalmente desaparecem cerca de 1 a 2 semanas sem que tenha sido realizado qualquer tipo de tratamento, no entanto a dor e o inchaço nas articulações podem permanecer durante alguns meses.

Como é feito o tratamento

Assim como acontece com a dengue e com a Chikungunya, o tratamento para a febre do Mayaro tem como objetivo aliviar os sintomas, podendo ser recomendado pelo médico o uso de remédios analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios.
Além disso, durante toda a recuperação, também é indicado evitar fazer esforços físicos, relaxar, dormir bastante, beber no mínimo 2 litros de água por dia, além de beber chás calmantes como o de camomila ou lavanda. 

Prevenção da Febre do Mayaro

A única forma de prevenir a Febre Mayaro é evitando a picada do mosquito adotando medidas para se proteger, como: 
  • Eliminar toda a água parada que possa servir para reprodução do mosquito;
  • Colocar telas de proteção nas janelas e mosquiteiros na cama para dormir;
  • Usar diariamente repelentes no corpo ou no ambiente para afastar o mosquito;
  • Manter as garrafas vazias ou baldes virados para baixo; 
  • Colocar terra ou areia nos pratos dos vasos das planta;
  • Usar calça comprida e sapato fechado, para evitar ser picado nas pernas e nos pés. 
Além disso, para se proteger também é importante saber identificar o mosquito que transmite estas doenças. Saiba como identificar e combater o mosquito Aedes aegypti. 

Como diferenciar a Febre do Mayaro da Dengue ou Chikungunya

Como os sintomas destas três doenças são muito semelhantes entre si, elas podem ser difíceis de diferenciar. Por isso, a melhor forma de diferenciar essas doenças é através da realização de exames laboratoriais específicos, que permitam a identificação do vírus causador da doença, como exames de sangue, isolamento viral ou técnicas de biologia molecular.
Além disso, o médico deve avaliar os sintomas apresentados pela pessoa, assim como o histórico de onde esteve nos últimos dias para saber quais as chances de ter havido exposição ao vírus.

Nenhum comentário