-- inicio ---

8 remédios caseiros para amigdalite que realmente funcionam

amigdalite é um problema muito comum, mas em alguns casos, se não for devidamente tratada, a dor dessa inflamação pode ficar insuportável.


A amigdalite, acreditem, é uma das infecções mais fáceis de se ter.
As amígdalas são gânglios linfáticos localizados na parte lateral da garganta e na parte de trás da boca.
Por outras palavras, elas são um órgão de defesa e ajudam a manter bactérias e outros germes longe de locais em que possam causar infecções.
A amigdalite acontece quando as amígdalas, nessa luta para manter nosso corpo saudável, inflamam. 
Além do enorme desconforto que a amigdalite provoca, como dificuldade para engolir e falar, ela pode se transformar em um chato resfriado e vir acompanhado de febre alta.
A boa notícia é que, se o problema for descoberto a tempo, logo no início, talvez não seja necessário tomar antibióticos para se livrar dele.
Há uma série de alternativas naturais que podem nos ajudar a curar a amidalite.
Na medicina natural, a melhor maneira de tratar a amigdalite, e também qualquer outra infecção na garganta, é gargarejar.
O gargarejo hidrata as amígdalas e combina ingredientes antissépticos muito eficazes para matar as bactérias.

 As opções eficazes de gargarejo são muitas. Veja as principais delas.

1Água salgada

Misture em um copo com água morna uma colher de sopa de sal e mexa bem.
Depois que o sal estiver completamente diluído, você pode gargarejar essa mistura até, no máximo, duas vezes por dia, uma pela manhã e outra à noite.

2. Bicarbonato de sódio

Misture um pouco de suco de limão com uma colher de sopa de bicarbonato de sódio diluído em um pouco de água à temperatura ambiente.
O resultado da mistura será um líquido alcalino muito eficaz para atacar infecções.
Você pode gargarejar com esta mistura três vezes por dia e as placas que se formam nas amígdalas serão rapidamente removidas.

 3Mel

Entre muitos benefícios proporcionados pelo mel à saúde, os principais deles são sua capacidade antisséptica e tônica.
Por esse motivo, nos casos de amigdalite, laringite e faringite, o mel é um ingrediente fundamental.
Um dos gargarejos mais utilizados com mel é a mistura de limão e mel.
Basta misturar uma colher (sopa) de mel com o suco de um limão.
Depois do gargarejo, lave bem os dentes pois o limão pode corroer o esmalte.
Você também pode misturar três colheres de sopa de alecrim em uma xícara de vinho branco.
Ferva bem e depois, quando desligar o fogo, adicione uma colher (sopa) de mel.
Quando esta mistura estiver em temperatura ambiente, gargareje com ela três vezes ao dia.
Outra alternativa de gargarejo com mel é ferver um copo de água com três colheres de sopa de vinho branco.
Adicione uma colher (sopa) de mel quando desligar o fogo.
Você também pode gargarejar com essa mistura três vezes ao dia.

 4. Camomila fresca

A camomila é uma potente erva anti-inflamatória.
Ferva um copo de água, adicione duas colheres (chá) de flores de camomila aromáticas e deixe descansar por dez minutos (cubra a mistura com um pano).
Quando a mistura chegar à temperatura ambiente, gargareje pelo menos três vezes ao dia. 

5Camomila e sálvia

A combinação dessas duas ervas é capaz de combater todas as bactérias que se alojam na garganta e que causam amigdalite.
Adicione uma colher (sopa) de flores de camomila e uma colher (sopa) de sálvia em duas xícaras de água fervente.
Deixe em fogo baixo por cerca de cinco minutos e, depois de retirar do fogo, tampe e deixe repousar por cerca de 15 minutos.
Quando o líquido estiver quente, coe e faça gargarejo a cada 2 horas.

6Vinagre

Acredita-se que o vinagre tem a capacidade de matar 99% das bactérias, por isso é muito eficaz também para a dor de garganta. 
Para este gargarejo, basta adicionar água e vinagre em partes iguais.
Misture quatro colheres (sopa) de vinagre e quatro de água e gargareje com esta mistura pelo maior tempo possível.
Cuidado!
Lembre-se de cuspir a solução para evitar engolir as bactérias que foram removidas.

7. Água oxigenada

Assim como acontece com o vinagre, o peróxido de hidrogênio (água oxigenada 10 volumes) funciona muito bem para limpar as feridas e purificá-las. 
Adicione duas colheres (sopa) em um copo de água para diluir muito bem.
Gargareje pelo maior tempo possível, depois cuspa a solução e repita  mais algumas vezes.

8Própolis

O própolis é reconhecidamente um dos melhores antibióticos da natureza.
Bastante eficaz, especialmente quando usado na prevenção e no início de infecções.
Para que seu efeito seja ainda melhor, combine-o com suco de limão.
É simples: tome um copo de suco de limão fresco enriquecido com 20 ou 30 gotas de extrato de própolis.
Importante dizer que para esses tratamentos serem eficazes é preciso que os sintomas de amigdalite estejam bem no início. 
Se todo o sistema imunológico estiver comprometido e a infecção estiver avançada, o ideal é consultar um médico que possa prescrever antibióticos.

Nenhum comentário

teste