-- inicio ---

Amebas no intestino – sintomas e remédios naturais para eliminá-las


amebíase é a infecção provocada pela presença de um protozoário conhecido como ameba e pode causar sérias complicações de saúde.

Certamente você já ouviu falar em amebíase.
A amebíase é a infecção intestinal provocada pela presença de um protozoário conhecido como ameba. 
A amebíase afeta diretamente os intestinos e, em alguns casos muito sérios, pode atingir também o fígado, o cérebro e os pulmões.
Pode também provocar disenteria e colite muito aguda. 
Cólicas abdominais, diarreia, flatulência malcheirosa e excessiva, dor retal durante a defecação, desidratação e perda de peso involuntária são alguns dos principais sintomas.
Febre, vômitos e fezes com sangue também podem aparecer em casos mais graves. 
O tratamento convencional para a amebíase é o uso de antiparasitários.
Mas, se descoberto o problema no início, há alternativas naturais muito eficazes para acabar com as amebas. 
Mas atenção: é muito importante que essa infecção seja tratada sob rigorosa supervisão médica.
Veja aqui alguns dos remédios naturais para acabar com as amebas

1. Óleo de rícino e leite

O óleo de rícino é um dos laxantes naturais mais poderosos que existem.
Seu efeito é tão rápido que, em apenas quinze minutos, induz à necessidade de ir ao banheiro, além disso tem uma capacidade natural de matar parasitas e amebas. 
Já o leite promove a regeneração da flora bacteriana, responsável pela eliminação de microrganismos nocivos ao intestino. 
Antes de começar a tomar este remédio, converse com seu médico.
O consumo excessivo da mistura de leite com óleo de rícino pode causar irritação no estômago e no intestino.

2.  Coco

 O coco contém vitaminas que fortalecem o sistema imunológico, é um vermífugo natural, além de um excelente digestivo capaz de prevenir e reduzir os sintomas causados ​​pela amebíase.
Você pode consumir algumas colheres de sopa de óleo de coco extravirgem, da polpa ou água de coco antes das refeições.

3. Alho

O alho é um dos melhores vermífugos e antiparasitários naturais que existem. Ele não só é capaz de eliminar todos os tipos de patógenos, como bactérias, vermes e parasitas intestinais, mas também é digestivo, estimula a circulação e ajuda a combater todos os tipos de doenças degenerativas e crônicas. 
Além disso, é probiótico, o que favorece a flora intestinal.
Consuma alho puro, dois dentes de alho por dia, em jejum e por três semanas, como se fosse uma pílula. 
Quem tem problema digestivo, como gastrite, deve evitar este tratamento.

4, Sementes de limão

O limão tem propriedades purificantes e antibióticas, que favorecem a eliminação de patógenos, toxinas e todos os tipos de impurezas do corpo.
Além disso, é rico em vitamina C e antioxidantes.
Esmague as sementes de dois limões até formar um pó.
Misture e beba com água.
Pode ser acompanhado com um pouco de suco de limão e, se preferir, adoçado com uma pequena quantidade de mel puro. 

5. Orégano

 O orégano é carminativo, digestivo e anti-inflamatório, o que beneficia o intestino inflamado ou irritado pela ação das amebas. 
A erva também pode reduzir a diarreia. 
Prepare uma infusão com algumas folhas de orégano, adoçadas com mel para oferecer mais propriedades antibióticas.
Consuma duas vezes por dia, de preferência de manhã, em jejum, e antes de dormir. 

 6. Chá preto

 O chá preto limpa profundamente o intestino e promove a eliminação de parasitas.
Por causa dos seus antioxidantes, pode regenerar a mucosa do intestino e estimular a flora intestinal. 
Tome o chá preto com o estômago vazio durante nove semanas. 

 7. Mamão

O mamão exerce um efeito semelhante ao de drogas como Omeprazol ou Pantoprazol, que são dois protetores gástricos que combatem a acidez e a irritação. 
Você pode consumi-lo no suco, na salada de frutas ou na mistura da polpa com a semente, o que confere ao suco um sabor levemente fermentado.

 8. Sementes de abóbora

 A abóbora é antiparasitária e purificante.
Não é só a polpa de abóbora que tem propriedades digestivas, mas as sementes também.
Elas contêm ácidos graxos que lubrificam o intestino, impedindo a irritação e favorecendo a inflamação.
São ricas também em aminoácidos, vitaminas e minerais que fornecem ao corpo a energia necessária para se autorregular. 
Consuma três colheres (chá) da semente de abóbora diariamente, pura ou misturada em batidos. 

9. Cúrcuma

A cúrcuma (ou açafrão-da-terra) protege os intestinos, além do fígado e rins.
Devido às suas propriedades digestivas e anti-inflamatórias, a cúrcuma tem sido usada para combater inflamações no estômago, fígado e rins pea medicina tradicional indiana, conhecida como ayurveda. 
Consuma uma infusão de cúrcuma duas vezes ao dia, de manhã e à noite. 

 10. Hortelã-pimenta e manjericão

 Estas plantas são analgésicas, calmantes e anti-inflamatórias, o que é excelente para aliviar vários sintomas causados ​​por amebas. 
As ervas devem ser consumidas como uma infusão, adoçadas com mel, depois de serem bem lavadas.
A infusão é consumida duas vezes ao dia, preferencialmente pela manhã (em jejum) e à noite. 
Para prevenir ou controlar a infestação por amebas, sempre lave bem os alimentos; compre comida de qualidade e evite comida de rua; evite o consumo de substâncias nocivas para a saúde, como álcool ou cigarros, que podem aumentar as chances de contrair a doença, e se mantenha hidratado.

Considerações importantes

Se a aplicação desses remédios caseiros causar uma reação desfavorável, como o agravamento ou aparecimento de mais sintomas, procure um médico imediatamente. 
Na verdade, você só deve iniciar qualquer tratamento – mesmo natural – sob a orientação de um médico.

Nenhum comentário

teste